Grupo Empresarial do setor de Transporte Público encontra-se em litígio societário e sucessório

Um dos maiores grupos empresariais do setor de transporte público do país, com atuações predominantes em Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal, encontra-se em litígio societário e sucessório após o falecimento de seu fundador. Segundo o advogado de um dos herdeiros, Dr. Leonardo Honorato Costa, advogado e sócio do GMPR – Gonçalves, Macedo, Paiva & Rassi Advogados, o caso serve de exemplo prático (negativo) de como o planejamento jurídico prévio de governança corporativa é importante para a manutenção da empresa familiar mesmo diante das transações entre gerações.

“A infeliz realidade das sociedades familiares nacionais é a de seu desfazimento após a segunda geração. Para mudar esse cenário, o planejamento jurídico aparece como interessante instrumento, ao passo que transmuta as rusgas sucessórias para o campo do Direito Societário, bem mais imune às diferenças pessoais e familiares”, explica Leonardo Honorato.